Widge
AstroGeek Reviews: Logan | Astrogeek
Filmes

AstroGeek Reviews: Logan

logan-review-astrogeek

Antes tarde do que nunca! É com muita emoção que trazemos o que achamos desse filme à público!

Acho que nem precisamos falar que saímos balançados e cheios de emoção assim que a sessão se encerrou. Aliás, podemos falar, sem sombra de dúvidas, que esse é o melhor filme da franquia dos X-Men já feitos.

Logan é tudo o que promete e mais um pouco. O diretor James Mangold foi genial do começo ao fim em sua condução da trama e conseguiu trabalhar perfeitamente mesmo em meio a toda questão dos direitos da história.

Logan é um espetáculo em todos os quesitos, desde a ação, trama até as atuações do elenco, com direito às surpresas trazidas pela atriz iniciante Dafne Keen, que nos trouxe uma fantástica X-23. Mesmo estreante, a pequena atriz dá um show de ferocidade e carga dramática exigidas pela personagem. A pequena atriz conquista os nossos corações logo em suas primeiras cenas de ação. Graças à classificação indicativa +18, quem tinha vontade de ver as garras do Wolverine trabalhando de verdade, não tem do que reclamar.

A violência do filme foi perfeitamente distribuída. Vemos tanto os inimigos quanto os amigos se machucando o tempo todo. Não economizaram nas cenas que exigiam derramamento de sangue, mesmo nas cenas em que não queríamos que acontecessem. Portanto, se você queria sangue, você tem sangue.

A trama do filme não se baseia 100% no mundo dos X-Men. Ainda que a temática seja sobre os mutantes e seu futuro, pois a história se passa em 2024, temos um foco muito maior no próprio Logan e em sua relação com seus próximos, logo o Professor Charles Xavier, vivido pelo ator Patrick Stewart, também em sua última atuação como o personagem e, consequentemente, Laura, a X-23, após Logan receber uma proposta para transportá-la ela e sua “mãe” até o norte dos EUA.

Dentre esse enredo, que é um drama completo, vemos uma exploração extraordinária do lado humano de Logan. Vemos várias nuances emocionais e uma atuação louvável do ator Hugh Jackman. De fato, como último filme do ator vivendo o personagem, nos é entregado um epílogo digno, abordando até então questões que ainda não haviam sido usadas em nenhum de seus filmes solo e nem da franquia X-Men.

Em suma, Logan é um espetáculo completo, com drama, humor, ação e ficção, tudo bem colocado e executado. Os vilões do filme dão um trabalho gigante para os heróis. O vilão principal, Donald Price, ciborgue líder da gangue dos Carniceiros, vivido pelo ator Boyd Holbrook, manda muito bem e não podemos ficar sem citar o X-24, que emociona em todas as cenas que participa.

Se formos achar alguma coisa para reclamar do filme, fica apenas a questão de que ele é mais drama que super-herói. Talvez seja pelo fato de que o diretor queria mais realismo e menos ficção, mas quem queria ver o Wolverine usando seu uniforme original, ainda que “pela última vez”, não verá. Para nós, isso não incomodou nem um pouco, mas há quem reclame.

Se você ainda não assistiu ao filme, não perca mais tempo. Nós apenas advertimos que, além do sangue, podem chover lágrimas.

Nota: 10